2021 | Cineclube Mário Gusmão

12 a 22 de março 2020
edição em parceria com o Cineclube Mário Gusmão (UFRB/BA)

ONLINE

0
dias
0
sessões
0
longas
0
curtas
0
convidades
0 mil
público aproximado

Entre os dias 12 e 22 de março de 2021 acontece a edição especial da Mostra de Cinemas Africanos junto ao Cineclube Mário Gusmão, projeto de extensão da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Composta por filmes africanos contemporâneos, muitos inéditos no Brasil, a programação inclui a exibição de sete documentários em longa-metragem e 14 curtas de ficção, todos legendados em português e disponíveis apenas em território brasileiro. A exibição dos filmes acontece de forma online e gratuita, em parceria com a Spcine Play, única plataforma pública de streaming do Brasil. 

Os filmes de longa-metragem ficam disponíveis por 72h após sua data de estreia e têm limite de visualizações específicas para cada título. Já os curtas ficam disponíveis a partir da data de estreia até o fim da Mostra e sem limite de visualizações. A curadoria de longas é assinada por Ana Camila Esteves e Beatriz Leal Riesco, idealizadoras da Mostra de Cinema Africanos.

Serão exibidos 14 curtas-metragens organizados em três programas que ficam disponíveis até o final da Mostra de Cinemas Africanos, sem limite de visualizações. Cada programa estará disponível na plataforma da Spcine Play às 19h do seu dia de estreia. A curadoria dos curtas é assinada por Jamille Cazumbá, Ema Ribeiro e Álex Antônio, todos integrantes do Cineclube Mário Gusmão, e é resultado de um processo prático de formação em curadoria no âmbito do projeto. 

Esta edição especial da Mostra de Cinemas Africanos tem realização da Ana Camila Comunicação e Cultura e Cineclube Mário Gusmão, com parceria da Spcine Play. O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Programação paralela

Além dos filmes, a programação conta com comentários de especialistas nos três programas de curtas, uma mesa redonda sobre o documentário nos cinemas africanos contemporâneos e a produção de um catálogo com apresentações dos filmes e textos de convidados. A edição especial contou também com o curso “Cinemas Africanos nas teorias e histórias do cinema” e com a imersão em curadoria. Confira tudo o que rolou e acesse gratuitamente os conteúdos.

Mesa redonda

Ativismos contemporâneos no cinema documentário na África – uma conversa a partir da programação da Mostra de Cinemas Africanos
Com Amaranta César (UFRB), Dieison Marconi (ESPM-SP), Gilberto Sobrinho (Unicamp) e Gabriela Almeida (ESPM-SP, mediadora)
13 de março de 2021, às 17h

Sessão comentada

Memória: performatividades entre-tempos
Mediada por Jamile Cazumbá, a conversa teve a participação de Cintia Guedes (UFBA), Fabio Rodrigues Filho (UFMG) e Musa Michelle Mattiuzzi.
Dia 14 de março 2021, às 17h.

Sessão comentada

Vivências do novo e perspectivas do agora
Mediada por Álex Antônio, a conversa contou com a participação de Angela Figueiredo (UFRB) e Mirian Reis (UNILAB).
Dia 16 de março 2021, às 17h.

Sessão comentada

Corpo-território: transversalizando os espaços
Mediada por Ema Ribeiro, a conversa teve a participação de Janaína Oliveira (IFRJ) e Tatiana Carvalho Costa (UFMG).
Dia 18 de março 2021, às 17h.

Imersão em perspectivas: livre diálogo sobre curadoria a partir de curadorias

A Mostra de Cinemas Africanos abriu inscrições para a “Imersão em perspectivas: livre diálogo sobre curadoria a partir de curadorias” que aconteceu de forma online e gratuita entre os dias 21 e 30 de janeiro de 2021. Facilitada pelo curador, crítico e pesquisador Fabio Rodrigues Filho, a atividade teve como objetivo incentivar a troca de ideias acerca de processos, práticas e pensamentos em torno da curadoria e programação em cinema. Estudantes universitários, cineclubistas e trabalhadores da área que tenham afinidade com o tema interessados na ação devem ser nascidos ou residentes na Bahia e puderam se inscrever entre os dias 10 e 17 de janeiro.

Fabio Rodrigues Filho é atuante na crítica, programação, pesquisa e realização de cinema, e acumula vasta experiência na comissão de seleção de festivais, mostras e laboratórios de filmes. 

Curso "Cinemas Africanos na(s) história(s) e teoria(s) do cinema

A Mostra de Cinemas Africanos em parceria com Cineclube Mário Gusmão abriu inscrições para o curso Cinemas Africanos nas História(s) e Teoria(s) do cinema que aconteceu de forma online e gratuita entre os dias 17 a 27 de fevereiro de 2021. Ministrado pelas pesquisadoras Ana Camila Esteves e Jusciele Oliveira, o  curso propõe discutir as histórias e teorias do cinema em sua articulação com os cinemas africanos. Estudantes e professores universitários de cinema, preferencialmente da rede pública de ensino, puderam  se inscrever entre os dias 01 e 11 de fevereiro.

A iniciativa teve como objetivo fornecer repertório e ferramentas de análise para que tanto alunos como professores possam compreender o lugar dos cinemas africanos no estudo e pesquisa em cinema. Foram abordados temas como: nomenclaturas associadas aos filmes africanos, abordagens possíveis do cinema de autor e autoria, dos gêneros cinematográficos e documentários,  além de articular questões de espectatorialidade, difusão (festivais e Netflix) e atividade da crítica de cinema no Brasil, propondo novos contextos de análises temáticas, teóricas, historiográficas e estéticas.

Catálogo

Nessa publicação compartilhamos apresentações sobre os filmes exibidos, textos de especialistas convidados e resumos sobre as atividades paralelas que aconteceram no período da edição, como a imersão em curadoria, conduzida por Fabio Rodrigues Filho, o curso sobre cinemas africanos, ministrado por Ana Camila Esteves e Jusciele Oliveira, além da mesa redonda sobre documentários africanos e sessões de curtas metragens comentadas com participação de convidados. A identidade visual é de Ema Ribeiro e a diagramação é de Jéssica Patrícia Soares.

Ficha técnica

Realização: Ana Camila Comunicação & Cultura e Cineclube Mário Gusmão
Direção e Coordenação Geral: Ana Camila Esteves
Curadoria Longas-Metragens: Ana Camila Esteves e Beatriz Leal-Riesco
Curadoria Curtas-Metragens: Jamile Cazumbá, Ema Ribeiro e Álex Antônio
Coordenação de Produção: Edmilia Barros
Equipe de Produção: Alderivo Amorim e Reifra Pimenta
Coordenação de Comunicação: Gisele Santana
Equipe de Comunicação: Danielle Almeida e Adrielly Novaes Leite (Imprensa e redes sociais)
Identidade Visual e Design: Ema Ribeiro
Design e Diagramação do Catálogo: Jéssica Patrícia Soares
Coordenação Cineclube Mário Gusmão: Jamile Cazumbá
Coordenação Pedagógica Cineclube Mário Gusmão: Cyntia Nogueira
Coordenação Pedagógica Mostra de Cinemas Africanos: Jusciele Oliveira
Produção Editorial: Ana Camila Esteves e Jusciele Oliveira
Produção de Cópias e Revisão de Legendas: Daniel Petry
Tradução Materiais Promocionais e Legendas: Casarini Produções
VT: Levi Barbosa
Trailers: Bebeto Junior
Imersão em Curadoria: Fabio Rodrigues Filho
Curso Cinemas Africanos: Ana Camila Esteves e Jusciele Oliveira
Convidados Mesa Redonda: Gabriela Almeida (ESPM-SP), Amaranta César (UFRB), Gilberto Sobrinho (Unicamp) e Dieison Marconi (ESPM-SP)
Convidados Sessões Comentadas: Cintia Guedes (UFBA), Fabio Rodrigues Filho (UFMG), Michelle Mattiuzzi, Mírian Reis (UNILAB/UEFS), Angela Figueiredo (UFRB), Janaína Oliveira (IFRJ) e Tatiana Carvalho Costa (UFMG).
Imagem da Capa: Still do filme Boa Noite (Da Yie) CAVIAR FILMS | Pieter-Jan Claessens
Apoio: Spcine Play, Africa in Motion Film Festival e Festival Griot

Esta edição especial da Mostra de Cinemas Africanos em parceria com o Cineclube Mário Gusmão tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal.